A Profissional | Confira nossa análise do filme com Maggie Q e Samuel L Jackson!

3 semanas atrás
511

O filme de ação A Profissional (com título original em francês: The Protége) dirigido por Martin Campbell e distribuído pelo território brasileiro pela Imagem Filmes com atuações surpreendentes além de conhecidas como de Maggie Q; o nosso querido Nick Fury, Samuel L Jackson e o nosso eterno Beetlejuice, Michael Keaton; fez sua estreia nesta última quinta-feira (11/11) nos cinemas brasileiros.

O longa-metragem conta além de um grande elenco com duas chaves principais para filmes de ação com muitas cenas de perseguição e luta, sendo elas: O mesmo estúdio do filme de Jonh Wick (com o brilhante Keanu Reeves) e o diretor de Cassino Royale, e quem assistiu esses filmes deve saber a qualidade que o espera.

E antes de começarmos nossa análise completa da obra e ainda não te convencemos que esse filme vale a pena um belo combo de pipoca, fique sabendo que o filme conseguiu em sua estreia ótimas notas de aprovação no Rotten Tomatoes. No qual pode conferir abaixo as notas do público e dos especialistas:

 

Notas do Rotten Tomatoes

Os elementos cinematográficos utilizados no decorrer da obra conseguirem de forma magistral harmonizar todos, fazendo um conjunto surpreendente e envolvente. A trilha sonora, muitas vezes ausente durante as cenas de tiroteio, é muito bem empregada sendo instigante e trazendo um toque de realidade para história com uma pitada de filmes clássicos nostálgicos como os primeiros James Bond.

Devemos reconhecer que Maggie Q nos filmes anteriores que participou, como a adaptação da saga literária Divergente, não teve oportunidades adequadas para mostrar seu talento na atuação e neste filme como a protagonista não deixou que essa chance que veio num cavalo branco fugir de seus braços. Ela é a protagonista do filme, Anna, uma assassina de aluguel que foi treinada pelo melhor, Moody, que é interpretado pelo talentosíssimo Samuel L Jackson; para não erguer desconfianças, ela possui uma livraria com obras literárias raras que valem milhões.

Campbell não tem medo de iniciar o longa com cenas violentas e instigantes que se iniciam no Vietnã, logo após, passando alguns anos e parando num pequeno país, localizado perto da Romênia, da Europa onde Moody Anna são contratados para assassinar um grande fora da lei, no qual afirmam, que apenas matam homens maus.

Mesmo que em alguns aspectos traga um pouco do clichê dos filmes antigos que possuem a mesma premissa, ele tem a modernidade e a ousadia para agradar o novo público em questão, onde conseguimos ver o quão bem sucedido está indo  nesse quesito temos 82% de aprovação do público em geral.

É um filme que é garantido ação do início ao fim.  O diretor, assim como os atores, conseguiram entregar o que foi prometido no trailer e um pouco mais.

As coreografias de luta, sendo com armas brancas e de fogo além de mano-a-mano, são perfeitas e conseguem prender com êxito o telespectador ao acompanhar o ritmo de todos os personagens apresentados além de conseguir transmitir o que está acontecendo de forma empática. Sentimos a dor da protagonista, aflição, os risos provocados pelas tiradas rápidas de Moody, o jogo de sedução e armadilhas entre Keaton.  

O diretor tem a noção que não deve ficar apenas jogando coisas óbvias para o público conseguir compreender e preencher cada lacuna aberta durante o roteiro, afinal, os flashbacks alternando entre o passado e o presente sem entregar de bandeja de uma vez só tudo que envolve os nossos queridos assassinos de aluguel, conseguimos compreender o carinho fraternal que existe entre ambos e como conseguem serem abertos com tudo.

Além dos grandes nomes citados acima temos também outros nomes tão conhecidos quanto, sendo eles: Robert Patrick, Ray Fearon, David Rintoul entre outros grandes nomes reconhecidos principalmente no continente asiático e nos países europeus não tão reconhecidos pela população. Todos entregando grandes atuações carregadas de plot twists. 

Obviamente é normal sentir uma sensação de djavu ao assistir o longa, afinal, Martin Campbell sempre deixa sua marca registrada nas ações e finais não esperados nos filmes que dirige. Porém isso não deve ser levado para o lado negativo, mas sim para o reflexivo, pois muitos diretores recorrem suas marcas registradas nos filmes, como Jordan Peele nos terror que dirige com muito afinco.

Outro lado que vemos como positivo é que o cenário não é cem por cento focado em países mais conhecidos e visados por muitos enredos como Inglaterra Estados Unidos da América. O filme tem sim pelo menos uns quarenta minutos na terra da rainha, mas se passa inteiramente no Vietnã e nas consequências de suas guerras, contando também com um toque de planos misteriosos para burlar leis e causar uma pequena explosão de mente quando revelados.

Em suma, é um filme extremamente recomendado para quem gosta de ação e está cansado de assistir filmes de heróis e romance que vem marcando presença nos cinemas na atualidade.

 

Confira o trailer de A Profissional, abaixo:

Temos como Sinopse oficial:

Anna é resgatada quando criança e treinada para se tornar a assassina profissional mais habilidosa do mundo. Quando Moody, o homem que ela tinha como um pai e que lhe ensinou tudo sobre sobrevivência, é brutalmente assassinado, ela se junta ao enigmático Rembrandt e promete ir até o fim em busca de vingança.

 

Confira os horários da programação do cinema mais perto de você e não perca a oportunidade de conferir A Profissional, que está sendo exibido em todos os cinemas brasileiros.