Primeiras impressões – XBOX Series S

1 ano atrás
451

Hoje, dia 10 de novembro de 2020, o novo console da Microsoft chegou as lojas. A versão premium (Series X) não será analisada neste artigo, e nem comparado ao modelo anterior (XONE). O objetivo deste artigo é trazer uma opinião de consumidor para consumidor.

Vou deixar claro também que não há jogos exclusivos dessa nova geração ainda, a ponto da diferença gráfica ser notada, e além disso, minha TV não é 4K, como a maior parte da comunidade brasileira. Portanto esse ponto será deixado de fora.

Velocidade e Desempenho

A primeira coisa que nota-se no console é a velocidade realmente. As telas de carregamento são tão curtas que é realmente impressionante, mesmo no modo multitarefa (ou seja, mais de um jogo rodando ao mesmo tempo, sim).

Nenhum sinal de travamento, nem aquecimento, mesmo rodando com gráficos no máximo, e outros jogos em stand-by. Realmente é um salto e tanto comparado a geração anterior. Nem se fale do meu PC, que nem de longe teria autonomia pra qualquer uma dessas tarefas. Como usuário, eu achei incrível sim.

Interface

Bom, realmente a interface default não é a coisa mais bonita do mundo. Ainda não. Mas ela é definitivamente funcional. Com os aprendizados herdados do Windows 8 e dos concorrentes de outros fabricantes, o novo menu inicial, e quick menu são bastante simples, intuitivos e precisos. É bastante fácil sair de qualquer lugar para chegar a qualquer lugar. Não parece que esconderam as coisas em algum sub-menu secreto. Um belo ponto positivo.

Controle

Eu sempre achei o controle do Xbox o melhor dentre os concorrentes. É o mais gostoso de segurar na mão. Esse não é diferente, bastante ergonômico e confortável, fácil de apertar os botões etc. Eu achei o do XONE levemente melhor. Esse aprece que voltaram um pouquinho no tempo chegando ao meio termo entre o ONE e o 360. Não é algo ruim, e é muito de gosto, tamanho e formato das mãos. Único ponto negativo é manterem essa decisão de usar pilhas em vez da bateria embutida recarregável (já que o console tem várias portas USB, seria legal usar uma dessa forma).

 

Aparência

Pra resumir, é super charmoso. Pra quem gosta de coisas simples e mais minimalistas, é tudo que você poderia pedir. Se a decoração da sua sala for preta e/ou branca, melhor ainda. Ele facilmente pode ficar exposto sem nem chamar muita atenção e nem destoar do resto da casa. É uma peça bem sóbria. Desa vez ele não veio com opção de cor. O econômico é branco e o premium é preto. Até segunda ordem, não teremos opção quanto a isso. Mas não é impossível que ocorra. Vide Nintendo Switch.

Avaliação Final

O simples fato de ter acesso em um console do Game Pass já torna o Series S bastante atrativo. Chegou as lojas no mesmo preço do XONE, e mais barato até mesmo que o PS4 em algumas lojas. Não ter leitor de discos é um pouco chato se você tem sua coleção, mas como não é meu caso, não me incomodou (a Sony ganhou a geração anterior, sinto muito, mas essa ela tomou decisões curiosas, e o PS5 ainda não me convenceu valer o investimento no lançamento).

Claro isso tudo são opiniões pessoais, de usuário no primeiro dia de uso. Ele atendeu as minhas expectativas, então eu diria que foi um sucesso! Mas se você ainda está na dúvida, recomendo esperar um pouco mais, pra comunidade ter opiniões mais sólidas sobre ele e os outros consoles da geração antes de desembolsar essa quantidade de dinheiro.