Britney Spears | Juiz nega pedido da cantora para remover o pai da tutela

3 meses atrás
185

De acordo com uma matéria recente do New York Times, a  Bessemer Trust – empresa de gestão de fortunas que foi criada para assumir as questões em relação ao espólio de Britney Spears com seu pai – apresentou sua renúncia ao acordo, citando as críticas públicas de Spears da tutela.

De acordo com o New York Times , a empresa declarou em seu processo judicial que foi informada que o envolvimento de Spears na tutela era de forma voluntariada e que ela consentiu no papel da empresa como co-conservadora. No entanto, após o testemunho de Spears e as críticas à tutela na audiência do dia 23 de junho, o Bessemer Trust decidiu desistir do acordo.

Um juiz da Suprema Corte do Condado de Los Angeles negou o pedido de Britney Spears para remover seu pai de sua tutela em curso na noite de quarta-feira.

A decisão acompanha o testemunho de Britney Spears na semana passada, no qual ela expressou seu desejo de acabar totalmente com a tutela de seu pai. A decisão da juíza Brenda Penny não foi uma resposta àquela audiência, no entanto; foi em resposta a um pedido feito pelo advogado de Spears em novembro passado para que o Bessemer Trust fosse adicionado como administradora dos bens da cantora ao lado do pai da cantora, Jamie Spears. Britney Spears declarou por meio de seu advogado, Samuel D. Ingram III, que ela não se apresentará enquanto seu pai permanecer como tutor de seu patrimônio de $ 60 milhões.

Na quarta-feira, os advogados de Jamie Spears entraram com documentos judiciais pedindo uma investigação sobre o depoimento de Britney Spears na semana passada, no qual ela alegou abuso, trabalho forçado, medicação forçada e falta de autonomia sobre seu corpo e sua capacidade de ter filhos.

“As pessoas que fizeram isso comigo não deveriam ser capazes de escapar e ir embora facilmente”, disse ela no tribunal. “Eu realmente acredito que essa tutela é abusiva.”

A próxima audiência do caso está marcada para 14 de julho.