Crossover crítico | Matrix + Fight Club

3 anos atrás
710

Cara, pensei numa loucura aqui e agora e que virou este postJá pensou dois super clássicos do cinema moderno fazendo um crossover? Estou falando de Matrix e Clube da Luta num mesmo filme!! PQP parssero!

Neo é o protagonista da Matrix, um cara que sabe como mexer em um computador como ninguém, mas que está cansado de ir atrás de respostas de algo que só ele enxerga, mas não consegue explicar, não vai atrás de ninguém, pelo contrário, vão atrás dele, tanto o agente Smith, o vilão da história, quanto Morfeus, uma espécie de mestre da verdade…Até então ninguém consegue provar nada, mas, alterando a realidade do filme e a personalidade de Neo para um universo de Clube da Luta, imaginamos agora um Neo que sofre de transtorno de dupla personalidade. Um ser humano que na frente do computador, como hacker e na internet, é de um jeito e que nas ruas adota um jeito totalmente diferente.

 

 

Levar isso para uma realidade mais explícita do que a imaginação virtual da Matrix, mostra que Taylor, de Clube da Luta, é uma personalidade que retrata a grande indignação do subconsciente de Neo com ele mesmo, e pior, a indignação de ver que todos ao seu redor aceita viver uma realidade monótona, um padrão de jeitos, de estilos, de trabalhos, de sistema, de problemas, é uma revolta de uma padronização de vida. É a revolta de ser alguém X na vida e mesmo alterando em 100% sua personalidade, não adiantará porque a Matrix impedirá a mudança!

Com isso, nosso protagonista de duas histórias que se mesclam na mesma história cria um clube onde podemos descontar nossas despadronizações internas fora das câmeras, fora do foco, fora dos maus-olhos, seja eles de quem for, ou seja, num mundo cada vez mais focado em virar um Big Brother, focar num Clube que podemos ser quem quisermos sem preocuparmos com quem vê ou o que acham!

 

 

Seria uma guerra contra a Matrix, contra a rotulação da cultura, contra aquilo que queremos pregar, mas não podemos por conta da funcionalidade do sistema. A regra número 1 do Clube da Luta é: nunca contar sobre o Clube da Luta, e essa guerra é justamente contra esse sigilo bobo e fútil do sistema! É termos de esconder nossas características frente as câmeras para incorporar um personagem que dogmas e doutrinas nos mandam fazer e falar,é como se as regras e doutrinas das igrajas na Idade Média fossem as câmeras de hoje em dia.

Agora, imagina como seria se Neo tivesse o exército do Clube da Luta contra a Matrix, continuaria sendo o grande protagonista que é, mas esse exército de mentes abertas, esse exército que um cura a ferida do próximo no Clube e seguem suas vidas como se nada acontecesse nas ruas durante o dia, acabaria impondo o sistema a criar um novo sistema que funcione com o efeito reverso do que funciona hoje. Imagina se só pudesse falar do Clube da Luta nas ruas e durante o encontro e lutas fossem só os personagens, só a Matrix lá, é essa inversão de valores que me faz fazer uma grande crítica social usando esses dois grandíssimos filmes.

 

 

Se os integrantes do clube se sentem muito felizes nos momentos que estão no clube, porque não inverter? Fazer com que sejamos felizes nas ruas e descontar as raivas no clube. Fazer o sistema rodar ao contrário parssero, jogar o Clube da Luta no poder, gente como a gente, gente que anda de ônibus pra trabalhar, que ganha menos do que gasta pra viver, gente que mal se alimenta direito, tá na hora de parar de aceitar esse dinheiro que é nosso mesmo que está nas mãos dos corruptos e fazer essa chantagem inversa, de quebrar essa cultura burra que temos desse jeitinho malandro e ter voz, autoridade e personalidade para mostrar nossos valores. São essas pessoas que compõem o Clube da Luta e, essas pessoas que instigam Neo a bugar a Matrix em busca da tal batida parfeita.

Se existisse um Neo capaz de fazer isso, quanto valeria a cabeça dele? Suponho que seja um valor incalculável e, que o número de seguidores só aumentariam na mesma proporção que a raiva dos corruptos e donos do sistema aumentassem, pois caso esse crossover fosse real, todos os tipos de mídias e governos seriam contra um cidadão bugar a população dessa magnitude, mesmo que seja para jogar a verdade na cara de tudo e todos!

 

 

Gostou do crossover crítico? Então envie suas sugestões para fundirmos filmes e fazer uma crítica !!!!