Darling in the FranXX | Confira a nossa análise do anime

3 anos atrás
2422

 

Faaaala galerinha da @AlternativaNerd, turubom? Vamos para mais um review, dessa vez contando uma história romântica criado por laboratório, Darling in the FranXX é uma história e tanto…

Darling in the franXX lembra um pouco Evangelion, por se tratar de adolescentes em um experimento tendo de lutar em uma era apocalíptica com robôs chamados de FranXX…

“Existe uma nação que são como pássaros de uma asa só, ou melhor, pessoas incompletas que vão atrás de seu parceiro ideal para se completarem e poder voar…”

Hiro é o protagonista que se encontra sozinho, após perder sua parceira, foi expulso do Esquadrão 13, lugar onde habitava, vagando sozinho pelos arredores daquela região. Ao ver um lago, encontra-se com uma garota que muda para sempre seu destino, ao perceber que havia roupas na borda do lago, achou-se que alguém estava se afogando e foi resgatar, mas era só a Zero Two pegando um peixe nua pulando na frente dele kkkkkkk

Zero Two não é considerada uma humana, ou uma pessoa normal, possui chifres em sua cabeça e, para pilotar o FranXX, é necessário que seja em dupla, mas ela consegue sozinha… Ao ver Hiro na frente dela, ambos começam a conversar e se conhecer, ela vai com a cara dele e pergunta se ele quer ser o Darling (apenas um apelido carinhoso que ela dá a seu parceiro) dela… Hiro vê a chance de voltar a pilotar um FranXX, de ter um sentido na vida, e mais do que isso, encontrou uma parceira para a vida dele… Mas é aí que a trama de verdade começa.

Ao voltar para o Esquadrão 13, não é tão recebido por todos, é considerado culpado por sua ex parceira ter saído do esquadrão após o fracasso da dupla, quando diz que virou parceiro da Zero Two, todo mundo entra em choque, pois o FranXX que ela pilota é o Strelizia, o mais forte entre eles e, Zero Two tem uma maldição de que um parceiro não consegue pilotar o Strelizia ao lado dela por mais de três vezes, seus parceiros sempre morrem…

No esquadrão 13, por serem sempre em dupla temos, Goro e Ichigo, Zorome e Miku,  Futoshi e Kokoro, Mitsuru e Ikuno e Hiro e Zero Two…

A trama se desenvolve em lutar contra uma espécie que ameaça a espécie humana chamada Urrossauros, monstros gigantes que costumam tentar invadir a área habitada, onde precisam defender. Mas o que mais chama a atenção de tudo é o professor fazer, na verdade, um estudo e experimento social entre estas crianças, então elas vivem numa gaiola, quase que literalmente, tendo de conviver entre si, aprendendo valores sobre casais e relacionamentos. Logo, por já terem crescido juntos, já possui uma certa amizade e conexão entre eles. Zero Two é a “novata” da turma, sendo a única que já viu e vivenciou a experiência de viver fora dessa gaiola, então é uma personagem mais maliciosa, mais inteligente não é a palavra, mas a ingenuidade do grupo faz ela ser essa diabinha hahahaha Nos primeiros episódios não dá para saber se Zero Two é do bem e quer ser mesmo a parceira de Hiro, ou se está tramando algo, fica no ar essa ambiguidade.

Relações de ódio, amor, triângulo amoroso, ciúmes, paixões secretas, medos, traumas, mistérios do passado, conexões mentais, tudo isso junto e misturado aborda essa turminha aí… Além do fato, e se essa turma descobre coisas e assuntos que não deveriam? Como seus pesquisadores lidam? Tipo, eles são crianças em gaiolas, mas se descobrem que estão em gaiolas? Que direitos devem buscar? O que fazer?

Por exemplo, Ichigo morre de amores por Hiro, mas é parceira de Goro. Kokoro talvez não se vê bem como parceira de Futoshi, como será que questões como estas serão resolvidas? Zorome Miku têm personalidades bem explosiva, ambos brigam tanto tanto, mas que na verdade ambos se preocupam demais um com o outro, deixando a entender que esse amor entre os dois é mais que romance, é um amor fraternal, no sentido de sempre querer cuidar do outro e vice-versa.

Hiro demora para ser aceito novamente no grupo pelo seu passado, mas o que o grupo inteiro não sabe, na realidade nem o Hiro lembra, é que seu passado esconde um grande mistério e será desvendado no decorrer da série, aí fica a critério de quem assiste ver se ele está certo ou errado, se é que uma questão desta existe certo ou errado. Zero Two é a personagem mais misteriosa que tem na trama, o que ela é de verdade? De onde ela veio? Porque a obcesão por Hiro? O Hiro se declara para ela dizendo que no passado realmente teve uma atitude covarde, se culpando pela sua antiga parceira, mas sentiu que Zero Two era mesmo a garota que ele sempre procurou e que não teria medo nenhum de pilotar o Strelizia pela terceira vez, que estava pronto para morrer se fosse o caso. É nessa declaração que a conexão deles fica mais profunda e intensa.

Zero Two tem uma personalidade bastante difícil de lidar, muito se envolve com seu passado, mas ela conversando com as pessoas ao redor, lidando com ordens, com situações em que é obrigada a fazer as tarefas, é muito nervosa e solitária, mas nunca admite ser solitária. É uma baita guerreira, sozinha, luta melhor que muitos em duplas, mas há um segredo em que quando ela luta sozinha, seu corpo sofre, na verdade, ela não consegue lutar sozinha, Hiro, ao perceber isso, dá todo seu apoio, carinho e amor à Zero Two, podendo, assim, acalmar seus ânimos e controlar melhor suas emoções. Ambos aprendem muito um com o outro.

Mas qual o segredo do passado deles? Porque eles são mantidos em “gaiola” e não podem ter contato com o mundo exterior? Quais as pesquisas do professor? Quem são esses Urrossauros? Finais felizes para todos? Não deixe de ver Darling in the FranXX, com certeza foi um dos animes mais assistidos este ano !!!!

“A gente pode inventar o final Zero Two”