Mato Seihei no Slave recebe previsão de estreia

6 dias atrás
77

No último domingo (31), a Crunchyroll revelou que o anime Mato Seihei no Slave possui uma previsão de estreia para 2023. Contudo, a plataforma ainda não confirmou o dia exato para o lançamento dos episódios.

Também conhecido como Chained Soldier, a adaptação para anime do mangá de mesmo nome teve o seu anúncio em 2021. O estúdio responsável pela animação é o Seven Arcs (Magical Girl Lyrical Nanoha). Além disso, os dois dubladores principais da obra também estão confirmados, sendo: Yuya Hirose (Tokyo Revengers) como Yuki Wakura e Akari Kito (Kimetsu no Yaiba) como Kyoka Uzen.

Além da previsão de estreia, a Crunchyroll disponibilizou o primeiro vídeo promocional da obra:

Mas não para por ai, você também pode conferir uma imagem promocional que revela o visual da dupla protagonista. Além disso, outra ilustração promocional mostra o que podemos esperar da animação visualmente.

Mato Seihei no Slave

Mato Seihei no Slave

Mato Seihei no Slave

Mais sobre Mato Seihei no Slave

A sinopse oficial do anime, divulgada pela Crunchyroll, diz o seguinte:

Em Mato Seihei no Slave, uma dimensão paralela conhecida como Mato se abriu e com ela uma grave ameaça à humanidade surgiu. A única esperança reside em um tipo único de pessegueiro, cujo fruto pode conceder poderes especiais às mulheres. A história começa quando um garoto chamado Yuki Wakura conhece uma dessas mulheres, Capitã do 7º Esquadrão Anti-Demônio Kyoka Uzen.

A direção geral do anime está sendo feita por Junji Nishimura (Dog Days), mas o diretor responsável pelos episódios é Goro Kuji (The Lost Village). A dupla Ryota Kano e Akira Kendaichi está cuidando do roteiro da adaptação. O design de personagens é feito por Hiroyuki Yoshii (Tawawa on Monday), porém o design de cores é responsabilidade de Kaoru Nishimura. Por fim, temos Yasuhiro Nakanishi (Kaguya-sama: Love is War) fazendo a composição dos episódios.

O mangá é escrito por Takahiro, mesmo autor de Akame ga Kill!, que conta com a ilustração de Yohei Takemura. O mangá serializado é distribuído digitalmente desde janeiro de 2019, na plataforma Shonen Jump+, da Shueisha.