Bruna Marquezine ficou em 2° lugar no teste para ser a Supergirl em The Flash

2 semanas atrás
62

Bruna Marquezine ficou em 2° lugar no teste para ser a Supergirl em The Flash, que deve ser lançado no ano que vem.

 

A atriz revelou no podcast Mamilos que não conseguiu ficar com o papel devido a pandemia de covid-19 que a impossibilitou de ir a Londres finalizar os testes e filmar na cidade.

 

“Não tinha como ir, tentaram de todas as formas possíveis. Mas esse não foi o único motivo, o papel era dela [de Sasha Calle]”, disse ela.

 

No entanto, Bruna Marquezine disse ter ficado feliz com o trabalho que apresentou aos produtores de The Flash, e garantiu que ainda mantém contato com a produção. Além disso, o bom desempenho no teste a fez ganhar mais confiança para retornar ao set de “Maldivas”, série da Netflix que ela vai co-estrelar junto a Manu Gavassi, em 2022.

 

O convite para fazer o teste no filme do Flash surgiu quando Bruna estava em uma fase de grande insegurança. Marquezine contratou duas professoras nos Estados Unidos para treinar a interpretação e melhorar seu sotaque, mas chegou a pensar em não enviar o vídeo com a cena para os produtores. “E eu fui a única brasileira aprovada. Fui para o top 5, fui para o top 2”, destacou.

 

Bruna chegou até mesmo a fazer teste de química com Ezra Miller, ator que interpreta The Flash no cinema. “Estudei de trás para frente. Decorei as duas cenas, me preparei tudo o que podia e fui fazer o teste”, recordou.

 

Bruna Marquezine ficou em 2° lugar no teste para ser a Supergirl em The Flash, e ela define essa como uma das melhores experiências profissionais que teve até o momento, e que o resultado — elogiado pelo ator e pelo diretor do filme — fez com que ela acreditasse mais em seu trabalho. “Há muito tempo eu não sentia isso. Eu falava: sou atriz, amo o que faço e sei fazer”, finalizou.