Lynda Carter rebate comentários transfóbicos de J.K Rowling

7 meses atrás
232

Lynda Carter rebate comentários transfóbicos de J.K Rowling, após a criadora de Harry Potter e atual roteirista e produtora da franquia Animais Fantásticos utilizar suas redes sociais para compartilhar tweets ofensivos aos transsexuais, divulgando publicações transfóbicas e fazendo declarações repugnantes — inclusive fake news — para defender seu ponto de vista contrário a existência de uma parte da população.

No seu Twitter, J.K Rowling publicou uma matéria do jornal The Times que citava que a polícia havia afirmado que começaria a registrar estupros cometidos por criminosos com genitais masculinos como “mulheres”, se estes “se identificassem como feminino”.

 

“Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força. O indivíduo com pênis que estuprou você é uma mulher”, escreveu J.K. Rowling na rede social ao compartilhar o post.

 

 

Após essa declaração de Rowling, Lynda Carter, nossa eterna Mulher-Maravilha, respondeu a escritora. Em sua conta oficial do Twitter, Carter foi direto ao assunto, mesmo que não mencionasse JK Rowling em nenhum momento. A atriz disse:

 

“Você não precisa ser trans para entender a importância de respeitar pessoas Trans e apoiar suas identidades. A vida é simplesmente curta demais. Não consigo imaginar como usar sua fama e recursos para diminuir alguém faria sentido.”

 

Lynda Carter rebate comentários transfóbicos de J.K Rowling, ela e outros artistas saem em defesa da população trans diante dos comentários de Rowling. Mesmo que muitos famosos apoiem a escritora, boa parte do elenco de Harry Potter — como Daniel Radcliffe (Harry Potter), Rupert Grint (Rony Weasley), Emma Watson (Hermione Granger) e Katherine Waterston (Tina Goldstein) — declararam apoio às pessoas LGBTQI+.