Metroid Dread | Alguns desenvolvedores não foram creditados

2 meses atrás
119

Uma polêmica está gerando em torno de Metroid Dread, o mais novo sucesso do Nintendo Switch. Segundo um ex-funcionário da Mercury Steam, estúdio responsável pelo desenvolvimento do jogo, parte dos desenvolvedores não foram creditados pela empresa.

De acordo com a fonte, a Mercury teria uma política onde aqueles que trabalharam em menos de 25% de suas criações não são creditados, exceto casos de participações em algum tipo de elemento especial, e, pior, levar isso à tona resultaria em demissão.

No caso de Metroid Dread, apenas funcionários que trabalharam em pelo menos 12 meses no game, cuja criação levou 4 anos, teriam tido direito aos créditos. A notícia e as reinvindicações tem tomado conta das redes sociais.

Descrição

“A história de Samus continua após os eventos do jogo Metroid Fusion, quando ela aterrissa no planeta ZDR para investigar transmissões misteriosas enviadas à federação galáctica. Esse planeta remoto foi tomado por perversas criaturas alienígenas e horripilantes ameaças mecânicas. Samus está mais ágil e hábil do que nunca, mas será que ela consegue superar a ameaça inumana que acomete as profundezas de ZDR?”.

Metroid Dread encontra-se disponível para Nintendo Switch.

Leia mais sobre: Metroid Dread.