Resident Evil Village | Críticas apontam o jogo como “exagerado”

4 meses atrás
133

Quando a franquia Resident Evil deu seus primeiros passos para dentro do Playstation2 com Resident Evil 4, muitas críticas surgiram entre os jogadores mais antigos da franquia. Uma delas, até hoje utilizada por muitos, apesar de ser apenas um triste engano, é a de que a franquia havia perdido sua essência, quando “abandonou” os zumbis e surgiram desde os ganados até mesmos zumbis em motocicletas como veríamos futuramente. Hoje, sabemos que esta primeira reclamação trata-se de um erro de se pensar que RE sempre foi uma franquia de zumbis, quando seu tema em fato sempre foram ameaças biológicas, sem nenhum tipo de especificação. Afinal, como você provavelmente já deve saber, o nome original da série, no Japão, é Biohazard.

A segunda e talvez mais justa crítica foi a de que os jogos não eram mais de terror, largando o sistema de tensão, movimentação difícil, escassez de recursos, etc, e se tornando um jogo de tiro em terceira pessoa deixando o terror apenas como tema, e não como gênero. Futuramente veríamos a franquia se expandir e lançar jogos nos mais variados estilos, desde os games que ainda focavam na ação, como RE 5 6, assim como outros que voltavam às origens, como os spin offs Resident Evil Revelations 1 2.

Recentemente, a série abraçou um terror mais orgânico e moderno com o sétimo jogo numerado e o novíssimo Resident Evill Village, e novamente críticas têm surgido.

As queixas da vez usam por argumento que o jogo é “exagerado demais”, que ele fugiu da temática de ameaças biológicas e se parece mais com um jogo de terror gótico, com vampiros, lobisomens, etc… (vale lembrar que o sétimo título sofreu críticas parecidas…)
Do outro lado, jogadores defendem que é apenas a estética adotada pelos novos vilões. Afinal, ninguém é obrigado a usar laboratórios abandonados e sujos de gosma e sangue nos vidros como todo vilão biológico. A temática continua ali, sabemos que Lady Dimitrescus e suas filhas não são vampiras de verdade, assim como que todos os monstros do jogo continuam seguindo a temática, por mais “fantasiosos” que pareçam.

E você, o que achou da estética do game? Inovadora? Infiel?

Leia mais sobre: Resident Evil