The Pokémon Company | Acordo judicial é estabelecido por vazamentos

1 mês atrás
703

Enquanto Pokémon Sword & Shield já decepcionava os fãs da franquia com o anúncio de que o game não traria todos os monstrinhos e os trailers que apresentam uma queda de qualidade absurda se comparado à Pokémon Let’s Go!, lançado antes, foi em Dezembro de 2019 que as coisas começaram a ficar piores, quando o vazamento de dezenas de informações, incluindo a pokédex dos games e a lista completa e com imagens dos novos Pokémon não apenas foi um ato criminoso, como também estragou a surpresa para uns, e causou ainda mais decepção para tantos outros. E claro, a The Pokémon Company tomou atitudes legais quanto ao caso, iniciando uma investigação e abertura de processos contra os culpados.

Hoje, tornou-se público que um dos réus de fato tirou fotos e que se trata de um ex-funcionário de uma das empresas do grupo, que teria usado um guia do game não lançado para obter as imagens, que foram compartilhadas por ele e outros acusados no Discord e então ganharam o mundo.

O processo foi encerrado, e conforme consta em documentos oficiais do Tribunal, cada um dos réus deverá pagar 150 mil dólares para a empresa, algo que na cotação atual ultrapassa os 700 mil reais, juntando danos e honorários.

Leia mais sobre: Pokémon